Google+ - Publisher - Editora
A carregar...

Academia Angolana de Letras admite mais membros efectivos

11/10/2017

A socióloga Fátima Viegas, o pedagogo Filipe Zau e o escritor Albino Carlos são os três novos membros efectivos admitidos na Academia Angolana de Letras, cuja cerimónia teve lugar na Sala de Conferências do Memorial Dr. António Agostinho Neto, em Luanda, no dia 11 de Outubro de 2017.
Os novos membros foram admitidos por terem conseguido preencher os requisitos definidos no estatuto da instituição, tais como ter uma obra (livro) publicada, e que sirva como objecto de estudo em universidades angolanas e estrangeiras. Um outro requisito está relacionado com a conquista de prémios literários ou de investigação em Angola ou no estrangeiro e ter obras que tenham sido analisadas por especialistas em literaturas africanas de língua portuguesa.
Aos recém-admitidos, a Academia Angolana de Letras ofereceu medalhões de membros, e outorgou diplomas. Os novos associados assinaram termos de posse, e seguiu-se a felicitação feita pelo presidente da Academia Angolana de Letras, o escritor e Boaventura Cardoso.
 “Espero de vocês, a competência e a capacidade para assumirem os grandes desafios da Academia Angolana de Letras”, realçou Boaventura Cardoso, lembrando que oportunamente e de acordo com as condições concretas e  disponíveis serão  promovidos, no  país  e  no  estrangeiro.
A Academia  Angolana  de  Letras  assume  e  renovam  o  compromisso  secular  de trabalhar  para  a  dignificação  das  línguas nacionais, da literatura, entre  outros, honrando o génio criador e incentivo  do  cidadão  nacional.